16 de out de 2009

Orfanato

Hoje conheci o único menino que frequenta o orfanato. O pai do Afonso é dono de uma chapa (lotaçao) e pediu para as freiras ficarem com ele durante o dia, porque ele nao tem mais ninguém na família.
Logo que ele chega, as meninas explicam: O Afonso é homem! Eu: Obrigada Neusa, nao tinha percebido... Elas caem na risada.
Neusa é uma das meninas mais novas (deve ter uns... 4 anos). Carinhosas e espontâneas, as mais novas mexem no meu cabelo, sentam no meu colo, puxam meu rosto pra que olhe o que estao fazendo. Depois que o Afonso terminou o colar que estava fazendo, a madre pergunta pra quem é o colar. Ele responde que é pra ele, claro, tanto trabalho.
Pobre Afonso, nem tem cinco anos e já escuta comentários sobre sua sexualidade...
Vou lá pra fora com a máquina fotográfica pra tirar fotos do pátio e as meninas estao brincando de um jogo com um limao e pedrinhas, como o que minha mae me ensinou, das Cinco Marias, ou Chincha. Mas as minhas "pedrinhas" eram saquinhos de areia.
A idéia principal das Cinco Marias é jogar um saquinho para cima, pegar um dos que estão no chão e pegar novamente o que está no ar sem deixar cair. Ensinei o meu jeito e elas me ensinaram o delas, muito mais difícil. Além de pegar e soltar, ainda tem que passar de um lado pro outro. Malabarista profissional. Ainda bem que elas me deixaram ser café-com-leite.

















Nenhum comentário:

Postar um comentário